Pular para o conteúdo principal

E 2007 está aí

Antes de tudo, Feliz Ano Novo! Que 2007 seja um ano maravilhoso pra todos vocês que acompanham a nossa jornada.

Pra nós, com certeza vai ser O ano. 2006 foi o ano da espera. 2007 vai ser o ano da realização, da concretização de um sonho, do início de muitos desafios.

E o ano já começou com a corda toda. Ontem eu pedi demissão no trabalho. Depois de tentar negociar a minha saída, e receber uma resposta negativa, eu infelizmente (ou felizmente, talvez) tive que redigir a minha carta de demissão. Que sensação estranha aquela! Eu fiquei tão aérea depois, sem saber como me sentir, meio abobada, sabem? Eu trabalhei lá por mais de cinco anos, foi o meu primeiro emprego depois de formada. Eu aprendi muito lá, tinham coisas ruins, claro, mas muitas boas também. E ontem, com algumas linhas num papel e uma assinatura, eu abdiquei de um dos meus vínculos mais fortes aqui no Brasil. É estranha a sensação de sair de um trabalho sem ter outro pra continuar, trocar a certeza pela incerteza.

Foi um ato de coragem, segundo meu marido, mas só Deus sabe o medo que senti. Que talvez ainda esteja sentindo. É uma aposta no futuro e foi um passo necessário para que este futuro comece a se realizar.

Eu ainda vou trabalhar, até o dia 26 de janeiro. Depois, vou ter algumas semanas em casa pra resolver as pendências e as tantas outras coisas que temos que fazer antes de partir.

Os passaportes ainda não chegaram. Mas a partida já está marcada para o mês que vem. Tomara que tudo dê certo no nosso planejamento e não precisemos adiar as passagens, que, aliás, são só de ida.

Ai, que frio na barriga!!! Pra vocês que já estão aí, essa sensação passa quando, hein? ;o)

Comentários

Uma pena vc não ter conseguido negociar sua saída. De qualquer maneira, foi o primeiro de muitos grandes passos que vcs vão dar nos próximos meses e nós próximos anos.
Continuamos torcendo por vcs.

Abraço,

Carol, Ênio e LEila
Anônimo disse…
Aninha tendo passado por isso duas vezes na minha vida, e nesta última vez com a responsabilidade de criar um filho entendo bem pelo que você passou. E faço minhas as palavras do Andre você foi super hiper corajosa. Mas pra crescer e ser independentes temos que cortar o cordão umbilical. Good for you!!! Well done!!!!

Monique
DENYS disse…
Parabens pelo blog muito bem feito , e pela coragem tb , estimo muita sorte neste empreendimento.
Uma perguntinha .Sua filha não vai ficar com saudades dos avós ? O que vcs estão dizendo pra ela ?
Add meu blog ae www.oultimoapagaaluz.blogspot.com
Andrea disse…
Oi Ana e André. Nós enviamos nossos passaportes hoje e sei bem como é este "friozinho" na barriga. Iremos dia 21/03. Também queria saber quando vai votar a ser verão no meu estomago, pois nestes últimos dias / meses, é só frio... Boa sorte. andreavalenca@bol.com.br
Ana

Imagino como essa contagem regressiva mexe com os nossos nervos.
Gostariamos de dizer que 2007 com certeza ficará marcado positivamente na vida da sua família com o ínicio dessa nova etapa na vida.
Esperamos nos encontrar por lá em 2008 !!!
Grande Abraço
Diniz disse…
Andre e Ana Paula,

Realmente acho que agora é que a ficha começa a cair, se demitir, começar a se despedir de amigos e familiares.

Mas tenha uma certeza todo o esforço vai valer a pena.

PARABENS...

Diniz e Angela (Rio-Canada).

Postagens mais visitadas deste blog

Você moraria em uma área de terremotos?

Aparentemente nós vamos (se tudo der certo!). Uma amiga minha, que também está com processo encaminhado e queria ir pra Vancouver, veio conversar comigo no início da semana perguntando se eu vi um documentário no Discovery Channel sobre um mega-terremoto que arrasou a costa oeste das Américas em 1700. Segundo especialistas, outro mega-terremoto desses está por vir, em algum momento entre agora e nos próximos 500 anos. Os mega-terremotos são espaçados de 200 a 800 anos, em média.

Aí eu fui catar na internet tudo sobre terremotos em Vancouver. E me deparei com muita informação, inclusive um departamento do governo canadense que cuida só disso, com monitoramento de todos os tremores que acontecem no país - não é só na costa oeste não, acontece em várias partes do Canadá, inclusive no Quebec.

Parece que tremores acontecem com frequência. A cidade tem melhorado a infra-estrutura de edificações para proteger contra grandes tremores e evitar estragos maiores. As pessoas são orientadas como pro…

35mm por 45mm

Quando comecei a ler as instruções do processo e toda a documentação necessária, fiquei muito intrigada com o tamanho das fotos: 3,5 x 4,5 cm. São necessárias 6 fotos. É isso mesmo, não é o padrão 3x4 que a gente conhece, esse meio centímetro de cada lado faz falta. E a especificação não fica por aí... o tamanho do topo da cabeça ao queixo tem que ter entre 2,5 cm e 3,5 cm. Tá tudo detalhado nesse documento, na página C-1.

Primeiro nós tentamos fazer em casa mesmo. Tiramos fotos digitais e manipulei o tamanho no Photoshop. Mas como meus conhecimentos na ferramenta são apenas para a web, é claro que não deu certo. Eu coloquei exatamente o tamanho pedido na régua do Photoshop e quando imprimiu naquele tamanho que eu pedi, a imagem ficou com uma resolução péssima. O que eu tinha que fazer era criar um arquivo em tamanho bem maior, pra quando imprimisse num tamanho menor, a resolução ficar boa. Mas aí tinha que fazer muitos cálculos e proporções pra saber o tamanho necessário do arquivo...…

Mudança - O que levar e o que deixar

Se me perguntarem o que eu levaria para o Canadá, responderia que levaria minha casa como ela é, com tudo dentro. Mas...

Sabemos que não dá pra levar tudo que queremos. No way! O jeito é classificar os objetos como "deixáveis", "duvidosos" e os "necessários".

Antes de classificar, saiba que é possível, sim, transportar o que você quiser para qualquer lugar do mundo. Mas, como na vida, tudo tem um preço. E que preço!

Diversas empresas efetuam o transporte mas só para ter uma idéia, o frete aéreo custa em média US$2,50/Kg ou US$6,00/m3. Ainda, as taxas adicionais de expediente, de armazenagem, de combusível e de emissão Cia. Aérea.

Por via marítima, algumas empresas cobram por metro cúbico. Como vai de container, neste caso compensa juntar com mudanças de outras famílias para fazer cair o valor do metro cúbico.

Com o dinheiro que você deixa de gastar com transporte, você pode comprar tudo no Canadá e de acordo com sua nova moradia. Se você não sabe onde vai mor…