Pular para o conteúdo principal

Sobre o Confirmation of Permanent Residence (CPR)

Antes de tudo, obrigada novamente a todos pelo carinho nos comentários e e-mails. Realmente é um baita alívio quando a gente recebe os passaportes com os vistos! Agora não depende mais de ninguém, somente de nós.

Quero escrever sobre alguns pontos interessantes da carta informativa que acompanha os vistos. Eu tive essas dúvidas há meses e acho que pode ser útil pra quem está no início ou meio do caminho do processo.

Bem, vamos lá.

Como é esse envelope? E o que vem dentro?
É bem grandão, maior que A4. Dentro vem os passaportes com os vistos, um adesivo na capa de cada um com o número do seu processo. Vem uma carta informativa de duas folhas (vou falar dela logo), o comprovante de depósito do pagamento da taxa final, as fotos restantes (pra quê eles pedem seis fotos se devolvem três?), um livreto sobre o Canadá, e os CPRs (Confirmation of Permanent Residence).

O que é o CPR?
É a Confirmação da Residência Permanente. É um formulário impresso, com todos os dados do "aplicante" (Eu tenho uma dificuldade enorme de achar as palavras em português correspondentes. Acho que isso só tende a piorar! *risos*). Tem um campo para assinar, mas eles pedem pra você não assinar o papel até ser orientado a fazê-lo, já na presença do oficial de imigração no aeroporto. Ou seja, deixe este formulário intacto até segunda ordem. Você deve conferir todas as informações do formulário, pra ver se está tudo correto.

Data de validade do visto
O visto do passaporte tem data de validade. Você deve entrar no Canadá até esta data, ou terá que refazer todo o processo de imigração novamente. O prazo de validade é de um ano contando da realização dos exames médicos. A nossa validade é até outubro deste ano.

Este visto não é o que tem validade de 5 anos. Eles não falam muito do Permanent Resident status nesta carta. Mas pelo que já li, depois que você chega lá, eles vão te mandar outro documento que será o seu "visto de permanência", por assim dizer. Este sim tem validade de 5 anos. O seu status pode ser revogado se você passar mais de 730 dias (2 anos) fora do Canadá, num período de 5 anos. Eles dizem que há exceções, mas não falam quais são elas.

Saúde
Eles pedem para a família levar a carteirinha de vacinação dos filhos. Nas escolas, eles pedem este documento para matricular as crianças. Podem ser requeridos: difteria, tétano, pólio, catapora, rubéola e sarampo (se eu traduzi tudo diretinho).

Você só pode usar o sistema público de saúde depois de três meses no Canadá. Até lá, é bom que você saia do Brasil com um seguro saúde, para te cobrir de possíveis despesas médicas enquanto você não pode usar o sistema público de saúde.

Dependentes acompanhando aplicante principal
Tivemos essa dúvida em algum momento. A idéia inicial era o André ir antes da gente, pra já ir procurando casa, essas coisas. Só que eu sou a aplicante principal do processo. Os dependentes não podem entrar antes do aplicante principal. Podem vir depois, mas não antes. Se os dependentes entrarem depois da validade do visto, eles terão que fazer todo o processo de imigração novamente.

Levando pertences
Você pode levar seus pertences sem pagar imposto. Pra isso, você deve levar duas listas para entregar ao oficial de imigração: uma com o que você está levando, outra com o que vai trazer depois. Se não mostrar essa lista do que vai levar depois, você pode até levar, mas terá que pagar imposto sobre as mercadorias. No nosso caso, só vamos levar roupas mesmo. Nada eletrônico e nenhuma mobília. Vamos começar do zero.

Livreto para imigrantes
Na carta vem também um livreto, que nós já tínhamos pra falar a verdade. Está disponível em PDF no site da Imigração Canadense. Se você não quer gastar papel e impressora, não precisa, você vai receber o mesmo livrinho quando finalizar o seu processo. As informações também estão disponíveis em formato HTML.

Bem, é isso. Espero te tenha sido útil pra quem ainda não sabia dessas informações.

Comentários

Silvia S. disse…
Ana, antes de mais nada, parabéns! Nossa, fiquei até com um frio na barriga, imagina você! E, olha, esse papo de não levar nenhum artigo eletrônico... Vê lá, não vai abandonar a gente, arruma um computador LOGO! ;-)

E "applicant" pode ser "candidato" no teu contexto.

Beijos,
Silvia
Ana e família...depois da longa espera esse momento do CPR é muito especial.
Queria agradecer por dividi-lo conosco.
Não esquece que talvez sejamos " vizinhos" por lá...devemos ir para Coquitlam ou Burnaby.
Abração !!!
Uma das exceções é quando a pessoa sai do país para exercer alguma função em empresa canadense ou acompanhando marido/esposa canadense.
Abraços
Anônimo disse…
Oi Ana Paula, Meu nome eh Claudia, tem um mes que estou no Canada, moro em Richmond 30min. de Vancouver, sou casada com um Canadense, e antes de vir pra ca encontrei muitas informacoes no blog de vcs, eu tambem morava no Rio. Quando vc chegar no Canada, um mes depois vc recebe o PR Card(valido por 5 anos, tem sua foto e assinatura impressa) eles mandam para o endereco que esta neste papel enorme!! Hehehe eu assinei o meu no Brasil, nao tive problemas mas o correto e assinar no aeroporto. Parabens pra vcs e sucesso na nova jornada. Claudia
Anônimo disse…
Ah! me esqueci de colocar meu email caso vcs queiram falar comigo, pois nao tenho blog, ainda tenho que aprender a fazer rsrsrsrsrs.
Email:crlmuniz@yahoo.com.br
Claudia

Postagens mais visitadas deste blog

Você moraria em uma área de terremotos?

Aparentemente nós vamos (se tudo der certo!). Uma amiga minha, que também está com processo encaminhado e queria ir pra Vancouver, veio conversar comigo no início da semana perguntando se eu vi um documentário no Discovery Channel sobre um mega-terremoto que arrasou a costa oeste das Américas em 1700. Segundo especialistas, outro mega-terremoto desses está por vir, em algum momento entre agora e nos próximos 500 anos. Os mega-terremotos são espaçados de 200 a 800 anos, em média.

Aí eu fui catar na internet tudo sobre terremotos em Vancouver. E me deparei com muita informação, inclusive um departamento do governo canadense que cuida só disso, com monitoramento de todos os tremores que acontecem no país - não é só na costa oeste não, acontece em várias partes do Canadá, inclusive no Quebec.

Parece que tremores acontecem com frequência. A cidade tem melhorado a infra-estrutura de edificações para proteger contra grandes tremores e evitar estragos maiores. As pessoas são orientadas como pro…

35mm por 45mm

Quando comecei a ler as instruções do processo e toda a documentação necessária, fiquei muito intrigada com o tamanho das fotos: 3,5 x 4,5 cm. São necessárias 6 fotos. É isso mesmo, não é o padrão 3x4 que a gente conhece, esse meio centímetro de cada lado faz falta. E a especificação não fica por aí... o tamanho do topo da cabeça ao queixo tem que ter entre 2,5 cm e 3,5 cm. Tá tudo detalhado nesse documento, na página C-1.

Primeiro nós tentamos fazer em casa mesmo. Tiramos fotos digitais e manipulei o tamanho no Photoshop. Mas como meus conhecimentos na ferramenta são apenas para a web, é claro que não deu certo. Eu coloquei exatamente o tamanho pedido na régua do Photoshop e quando imprimiu naquele tamanho que eu pedi, a imagem ficou com uma resolução péssima. O que eu tinha que fazer era criar um arquivo em tamanho bem maior, pra quando imprimisse num tamanho menor, a resolução ficar boa. Mas aí tinha que fazer muitos cálculos e proporções pra saber o tamanho necessário do arquivo...…

Mudança - O que levar e o que deixar

Se me perguntarem o que eu levaria para o Canadá, responderia que levaria minha casa como ela é, com tudo dentro. Mas...

Sabemos que não dá pra levar tudo que queremos. No way! O jeito é classificar os objetos como "deixáveis", "duvidosos" e os "necessários".

Antes de classificar, saiba que é possível, sim, transportar o que você quiser para qualquer lugar do mundo. Mas, como na vida, tudo tem um preço. E que preço!

Diversas empresas efetuam o transporte mas só para ter uma idéia, o frete aéreo custa em média US$2,50/Kg ou US$6,00/m3. Ainda, as taxas adicionais de expediente, de armazenagem, de combusível e de emissão Cia. Aérea.

Por via marítima, algumas empresas cobram por metro cúbico. Como vai de container, neste caso compensa juntar com mudanças de outras famílias para fazer cair o valor do metro cúbico.

Com o dinheiro que você deixa de gastar com transporte, você pode comprar tudo no Canadá e de acordo com sua nova moradia. Se você não sabe onde vai mor…