Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2007

Na base da confiança

Uma das coisas que tenho notado ultimamente aqui é como os Vancouverites (como são chamados os habitantes da cidade) confiam. Simplesmente confiam.

Um exemplo? O Skytrain (metrô). Na entrada das estações há máquinas onde você compra o bilhete de embarque, mas você não precisa apresentar o bilhete em momento algum, ou sequer tem uma catraca. Eles têm a polícia do trânsito que inspeciona muito aleatoriamente os vagões. Eu mesma só tive que aprensentar meu bilhete uma única vez. Não sei se a taxa de caloteiros é alta. Eu diria que não. Eu fico só pensando se fosse assim no Brasil! Ha ha ha. So ia dar caloteiro! Não sei se por isso o preço da passagem é tão caro, de repente já está incluído a taxa dos caloteiros na passagem dos certinhos...

Outra coisa que eu ainda não estou acostumada é receber cheques pelo correio. Eu já tinha ouvido falar disso, que as pessoas mandam cheques pelo correio aqui na América do Norte. Tudo bem que o cheque é nominal, então acho que não tem como outra pessoa…

Excelente notícia - Meu 1º emprego!

Finalmente, após muita dedicação e esforço, conquistei meu 1º emprego canadense!

Embora seja temporário (4 meses), é muito importante por contar como experiência canadense, trabalhando como prestador de serviços para a IBM Canada. Meu currículo agradece.

Sou da área de TI e meu último cargo foi como analista de suporte. E para abrir meu leque de opções, estava aplicando também para posições como operador de computador, helpdesk e outras vagas consideradas como "entry level".

Checando meu controle na última 6ª-feira, verifiquei que havia aplicado 2 vezes para uma vaga e não tinha obtido respostas. Resolvi ligar para a empresa, fiz uma rápida entrevista com a recrutadora que me chamou para uma entrevista na 2ª-feira no escritório. Foi quando expus melhor minha experiência e ela me ofereceu outra vaga, que se encaixava melhor no meu perfil. Saiu da sala por alguns minutos e me apresentou o que ela tinha em mente. Achei interessante e na manhã seguinte fiz a entrevista no cliente (…

Quatro meses

Amanhã faz quatro meses que chegamos no Canadá. Na verdade não tenho muito o que escrever aqui, nem muito tempo pra fazer um texto bacana, mas queria deixar registrado aqui mais este marco. Cada dia que passa, cada semana, cada mês, é motivo pra comemorar. Como vocês viram no post anterior, não tem sido fácil, mas temos fé que tudo vai se encaixar no tempo certo.

Depois eu queria escrever mais sobre o assunto anterior. Quando eu conseguir um tempinho eu faço isso.

Pra comemorar, vou deixar aqui umas fotos que tiramos em Horseshoe Bay, uma baía que fica em West Vancouver. Tem umas duas semanas que fomos lá, fez um dia lindo - coisa não muito frequente ultimamente... ;)







Como um peixe fora d'água

Como pode o peixo vivo
Viver fora da água fria
Como pode o peixe vivo
Viver fora da água fria

Como poderei viver
Como poderei viver
Sem a tua, sem a tua
Sem a tua companhia
Sem a tua, sem a tua
Sem a tua companhia

foto: like a fish out of water, por colodio, no flickr

Há alguns dias, talvez semanas, venho me debatendo com este sentimento. Achei que seria interessante escrever sobre isso, já que a vida de um imigrante nao é só flores, muito pelo contrário, é bem dificil.

Sem dúvida, não posso negar que tudo que já conquistamos aqui foram grandes realizações. Quando eu páro pra pensar na época em que estavamos apenas esperando a tal carta do Consulado, o desejo enorme que tinhamos de chegar aqui e recomeçar a nossa vida, realmente percebo que já realizamos muitas coisas, e estou feliz por isso.

Por outro lado, não dá ignorar a intensa carga emocional que uma mudança deste porte apresenta. Acho que só agora, depois de estar relativamente "instalada", é que começo a sentir as verdadeiras mud…

Acabou a moleza

Faz tempo que eu não escrevo aqui! E acho que daqui pra frente vai ficar cada vez mais complicado. Ontem eu comecei a trabalhar!

O que eu não contei aqui foi que depois que tive aquela primeira oferta de emprego, na semana seguinte eu fiz uma entrevista e ganhei outra oferta. A segunda era bem melhor que a primeira, a empresa super bacana, bem estabelecida e conhecida em Vancouver. Eu não podia recusar, né?

Eu preparei um texto enorme pro meu outro blog, mas ele está fora do ar agora, pra minha indignação (eu tenho que trocar de servidor o quanto antes!).

Abrindo outro parêntesis, eu tenho achado dificuldade de saber o que escrever aqui e o que escrever no Simples Assim. É provável que um dia o Destino Canadá fique como um arquivo e eu só escreva por lá... não sei ainda. Por enquanto ainda estamos aqui.

Bem, só pra vocês não dizerem que eu abandonei esse cantinho, eu vou publicar aqui o que eu tinha preparado pro Simples Assim, ok? Quando o site voltar ao ar, eu publico lá também.

*****


Ont…