Pular para o conteúdo principal

Notícias: uma má, duas boas

Na quarta-feira foi a vez do André fazer a prova de direção. Um amigo nosso o levou no local da prova. Você faz a prova no seu próprio carro ou tem que alugar um carro de auto-escola. Eu tinha saído, estava no trabalho voluntário, e quando estava voltando pra casa, liguei pra ele. "Não passei", ele disse. Eu pensei que ele estava brincando - ele adora brincar desse jeito comigo... Mas não, era verdade, ele não tinha passado mesmo. Os motivos? Bem, todos os candidatos recebem uma folha com as anotações do teste, mostrando os erros do motorista. O André acha que a examinadora não foi com a cara dele. Enfim, o que importa era que ele não tinha passado. E que a gente tinha gasto 50 dólares, e teria que gastar mais 50 pra ele repetir a prova.

A nossa quarta-feira foi muito triste. Ficamos super abalados com a má notícia, e eu fiquei morrendo de medo da minha prova, no dia seguinte. Se ele não tinha passado, como é que eu ia passar? Não que eu dirija mal, eu acho que sou boa motorista. Mas diante de um caso desses, qualquer um fica com medo, né?

Pra piorar a situação, ele não poderia me levar na prova (porque foi reprovado). E o nosso amigo não poderia me levar no dia seguinte. Tentamos outros amigos, mas ninguém tinha disponibilidade. Por que a gente precisava de alguém pra levar na prova? Porque as nossas carteiras provisórias são de estudante, que só permite que dirijamos com um outro motorista experiente junto. Não podíamos dirigir sozinhos. Se um policial te pára na rua, é multa na certa, e sabe-se lá mais que penalidades! Eu até pensei em desistir da prova, adiar pra outro dia. A gente já estava levando e buscando a Laura na escola de ônibus.

De noite, o nosso amigo, o mesmo que levou o André, disse que poderia me levar sim. Foi um alívio, eu iria fazer a prova, mas ainda estava apreensiva. Dormi muito mal, e de manhã até dor de barriga me deu!

Na quinta, foi a minha vez. Eu sei que cometi muitos erros, inclusive passar direto num cruzamento quando um pedestre estava atravessando. Já nos primeiros 5 minutos da prova, eu pensei que seria reprovada. Fiz o resto da prova crente que ia ter que fazer a prova de novo. Mas no final de tudo, a examinadora disse que eu passei. Eu mal pude acreditar! Paguei mais 31 dólares para a emissão da carteira, e ela chegará aqui em casa em alguns dias. Estou com uma licença provisória, mas que me permite dirigir normalmente. Agora eu posso levar o André na prova! ;) Ele vai repetir a prova na próxima quarta-feira.

A segunda notícia boa é que tive uma oferta de emprego! :) Confesso que eu não fiquei tão saltitante de felicidade, porque é uma empresa pequena, o escritório é na casa do dono da empresa, que só tem 4 funcionários. A entrevista foi na quinta, num restaurante, pra vocês terem idéia, e super não-estruturada, uma entrevista bem informal. O salário não é lá essas coisas. Não era esse tipo de emprego que eu gostaria de ter, mas pensei muito nesses dias e não podemos desperdiçar oportunidades. Não neste momento. Então eu vou aceitar, vou fazer um teste e ver como é. Eu não tenho nada a perder com isso, pelo contrário. Posso aprender muitas coisas e finalmente vou ter uma "experiência canadense" no currículo, o que pode me ser útil no futuro. Então é isso, começo a trabalhar no dia 4 de junho.

Foi um balanço positivo pra nossa semana. Duas notícias boas, e uma ruim. Espero que mais notícias boas aconteçam nos próximos dias e semanas. Toda essa mudança tem sido uma experiência muito forte e intensa. É um projeto de longo prazo, que demanda muita dedicação e empenho por parte dos imigrantes. São muitos passos pra trás que são dados até começarmos a andar pra frente novamente. Acho que estamos começando a dar os primeiros passos pra frente. Depois eu escrevo melhor sobre isso. Tenho pensado muito nesses dias, e tenho experimentado sentimentos bem fortes também.

Comentários

Mila e Arlei disse…
Olá Ana e André,
Ficamos felizes por saber que um de vocês passou na prova e pela notícia do emprego. O fato do André não ter passado desta vez também não é problema... chato é esperar até conseguir uma nova data, tem examinador que não vai com a cara dos outros e procura pêlo em ovo. Aqui em casa só eu fiz a prova, a Mila ainda está aguardando a vez dela (também está aterrorizada e quer adiar a prova).
A gente pode sim marcar um dia para nos conhecermos, será um prazer.
Abraços
Mila e Arlei
Ana

Não considere a reprovação do André como uma derrota e sim um aprendizado, e tenho certeza que na próxima ele passa tranquilo.
Ficamos felizes em saber sobre o primeiro emprego, e apesar de não ser nenhuma Brastemp é mais uma etapa vencida no início dessa nova vida por aí.

Parabéns e Boa Semana
nanda disse…
Ana, você é uma batalhadora. A notícia que o André não passou não é uma derrota. Vocês estão aprendendo tanto por aí, que tenho certeza que o saldo é muito positivo.
Estou contente pelo emprego. É um novo começo, para uma nova fase, tenho certeza.
Saiba que estamos torcendo (sempre) muito por vocês;
Beijosss ;c))
Eva Jucá disse…
Oi Ana, Parabéns!!! Eu como o Andre tb bombei na minha primeira prova de direção aqui! Fiquei muito triste na época, mas foi pura sacanagem do examinador. Na segunda vez, passei e pronto. Sobre seu emprego, fico muito feliz que tenha conseguido. Meu marido ficou no primeiro emprego aqui apenas 1 mes. Pelo menos agora, qdo vc mandar seu curriculum colocará que está empregada, e vc vai ver como as coisas mudam. O importante é conseguir o primeiro, que os outros vem logo em seguida, fique certa disso. Agora minha mãe voltou, vamos ver se marcamos de nos encontrar.
BJs
Eva
Re e Li disse…
Parabéns pelas conquistas. Mesmo a reprovação do André deve ser encarada posivamente. Vcs não estariam passando por isso se estivessem no Brasil, mas resolveram sair do comodismo, da mesmice, e encarar tudo novo! A reprovçao dele será mais uma historiazinha pra contar futuramente...
Bos sorte!
marina disse…
Ana,

que bom receber notícias da dua proposta de emprego e da sua vitória em conseguir ser aprovada na prova de direção!
Espero que o André não desanime! Estou torcendo muito por vocês!!!!

Uma beijoca,
Dricotinha! disse…
Parabéns Ana!!!!!!!!
Vc vai ver logo começara a aparecer mais oportunidades!!!!
Fabi disse…
Parabens pelo emprego!!!!! E isso mesmo, temos que comecar aos poucos, pegar o que aparece. Vc vai ver que no proximo as coisas ja vao ser bem mais tranquilas...
Bjokas
Luciana e Pedro disse…
Ana,

Não pense na reprovação do André como uma coisa ruím não...Pense somente como um atraso nesse objetivo, mas com certeza vocês vão passar por isso e daqui um ano olhar para trás e dar rizada...Pense também que poderia ter sido muito pior, já pensou se voce tivesse reprovado também? Agora pelo menos 1 de voces já passou.
Quanto ao emprego também acho que deve ser uma boa oportunidade, pois muitas empresas começam assim e depois viram mega empresas e por outro lado também, isso servirá como uma experiência para que voce consiga outro emprego. É como 1o emprego, se não tem nenhuma experiência anterior, ninguém te pega, mas se já tem alguma coisa, por mais que para nós pareça pouca coisa, para quem quer te contratar voce já não é sem experiência mais...
Beijos,
Lili Bollero disse…
Oi ana Paula, vou trocer para esse trabalho ser um degrau para te levar lá no alto!
Boa sorte!
Boa sorte para a prova do André tb, estou torcendo...=)
betinha disse…
PARABÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉNS Aninhaaaaa

Fiquei tão feliz quando eu li sobre seu emprego, que nossa, parece que foi comigo! Enão fiquem desanimados com a rprovação do André, tenho certeza que vc pode dar umas aulinhas pra ele e ele passa fácil! ;O) rsrsrsrsrrsrs

bjks pra vc e pra Laurinha linda
Dona Minhoca disse…
Parabéns pelas conquistas! A caminhada é lenta mas o importante é não desistir nunca. ;)
Jeanne disse…
Não desanimem. Acho que o fator nervosismo deve ter contado bastante...fora o 'avaliador', talvez ele não estivesse num bom dia.
quanto ao emprego, parabéns e boa sorte. É de degrau em degrau que a gente vai construindo nosso futuro.
Bjs
Ana, o fato do André não ter passado de primeira não foi uma derrota, foi um contratempo. Acontece.

Agora ele pode repetir a prova mais sossegado, sabendo que você já está habilitada para o que der e vier. :-)

PARABÉNS pelo emprego, Ana! Puxa, vocês estão aí somente há três meses, é muito bom que você já tenha conseguido algo, mesmo que não seja o emprego dos teus sonhos. Esse aí chega logo.

Beijos!
Pati Merlin disse…
Ana, lugar comum: ninguém disse que seria fácil, né?
Mas olha, tô com a Sil! Tão pouco tempo e tanta coisa boa já aconteceu. Aceita o emprego sim, é uma oportunidade de ficar com a cabeça voltada para uma coisa importante, é dinheiro (mesmo que não tanto qto vc gostaria), enfim... é uma chance.
Boa sorte!
bjs
Renata disse…
Oi Ana!
parabens pela dupla vitoria!!!
Olha, so' quem mora no Canada' sabe como essas provas para ter a carteira de motorista sao estressantes. Menina, eu tenho a minha marcada para dia 15 de junho. Eu ja' tenho a G2 e agora vou ter que tirar a G, sem jeito de adiar mais. Estou morrendo de medo! rs
Meu vizinho, que ja' dirige ha' anos e anos e anos, repetiu a prova 3 vezes! Diz para o seu marido que e' muito comum reprovar, principalmente para quem e' experiente no volante, justamente porque tem as "manias", entende?

Quanto ao seu emprego, adorei! Vai ser bom para vc se desprender e, sendo uma empresa pequena, vc pode acertar, errar, crescer aos poucos, sem a pressao das grandes. Vai com tudo, Ana! E o salario pode nao ser "essas coisas" mas pelo menos e' "algum" entrado, certo???

Um beijo enorme e desculpa nao ter escrito mais tanto. Mas vc sabe... essa rotina corrida daqui!

Renata (de Toronto)
Parabéns pelas vitórias. Acredito que você pode se surpreender com o seu novo emprego, assim como se surpreendeu com a escolinha da Laura. Espero que vcs tenham muito sucesso.

Um abraço,
CArol
Anônimo disse…
Oi, Ana e André...
Bom, já falei com vcs algumas vezes,pois estamos no processo (entramos em novembro passado)ainda, mas lógico que podem ñ lembrar, mas só quero dizer parabéns pela pelas vitórias e coisas ruins acontencem, mas se ñ damos importância logo passa, como foi o caso....´
É isso ai, lute pelos objetivos de vcs e ñ percam as oportunidades, pois agente as vezes ñ dá valor a essas pequenas coisas que na frente vão contar....
Leio sempre o blog de vcs, até pq somos do rio e temos uma menina tb...
Bom, acabando com o testamento...
Desejo toda sorte do mundo pra vcs...
Bjs, Gabriele cohen
Gabriela disse…
Aninha, André e Laurinha!
Que felicidade ver as duas notícias que vc deu! Parabéns pela aprovação e pelo novo emprego. Trabalhar em empresas pequenas é bom pois se pode ter um aprendizado mais completo sobre relações de trabalho, principalmente em um país estranho...
Espero agora o relato do primeiro dia de trabalho, hein?
beijos e saudades,
Gabi
Nanny Kyrillos disse…
Parabéns Ana e André!
Fico feliz por acompanhar vcs virtualmente! Lembra que temos datas muito próximas? As coisas estão acontecendo e isso é muito melhor que ótimo, não é não?!
Ainda não fiz nem a prova escrita para a carta. Engraçado que moramos tão bem localizados que acho só vou sentir falta de um carro no inverno...rs..rs..rs.
Nunca fomos tão ativos na vida! Era tudo que queríamos!
Beijos
Continuem na trilha!

Postagens mais visitadas deste blog

Você moraria em uma área de terremotos?

Aparentemente nós vamos (se tudo der certo!). Uma amiga minha, que também está com processo encaminhado e queria ir pra Vancouver, veio conversar comigo no início da semana perguntando se eu vi um documentário no Discovery Channel sobre um mega-terremoto que arrasou a costa oeste das Américas em 1700. Segundo especialistas, outro mega-terremoto desses está por vir, em algum momento entre agora e nos próximos 500 anos. Os mega-terremotos são espaçados de 200 a 800 anos, em média.

Aí eu fui catar na internet tudo sobre terremotos em Vancouver. E me deparei com muita informação, inclusive um departamento do governo canadense que cuida só disso, com monitoramento de todos os tremores que acontecem no país - não é só na costa oeste não, acontece em várias partes do Canadá, inclusive no Quebec.

Parece que tremores acontecem com frequência. A cidade tem melhorado a infra-estrutura de edificações para proteger contra grandes tremores e evitar estragos maiores. As pessoas são orientadas como pro…

35mm por 45mm

Quando comecei a ler as instruções do processo e toda a documentação necessária, fiquei muito intrigada com o tamanho das fotos: 3,5 x 4,5 cm. São necessárias 6 fotos. É isso mesmo, não é o padrão 3x4 que a gente conhece, esse meio centímetro de cada lado faz falta. E a especificação não fica por aí... o tamanho do topo da cabeça ao queixo tem que ter entre 2,5 cm e 3,5 cm. Tá tudo detalhado nesse documento, na página C-1.

Primeiro nós tentamos fazer em casa mesmo. Tiramos fotos digitais e manipulei o tamanho no Photoshop. Mas como meus conhecimentos na ferramenta são apenas para a web, é claro que não deu certo. Eu coloquei exatamente o tamanho pedido na régua do Photoshop e quando imprimiu naquele tamanho que eu pedi, a imagem ficou com uma resolução péssima. O que eu tinha que fazer era criar um arquivo em tamanho bem maior, pra quando imprimisse num tamanho menor, a resolução ficar boa. Mas aí tinha que fazer muitos cálculos e proporções pra saber o tamanho necessário do arquivo...…

Mudança - O que levar e o que deixar

Se me perguntarem o que eu levaria para o Canadá, responderia que levaria minha casa como ela é, com tudo dentro. Mas...

Sabemos que não dá pra levar tudo que queremos. No way! O jeito é classificar os objetos como "deixáveis", "duvidosos" e os "necessários".

Antes de classificar, saiba que é possível, sim, transportar o que você quiser para qualquer lugar do mundo. Mas, como na vida, tudo tem um preço. E que preço!

Diversas empresas efetuam o transporte mas só para ter uma idéia, o frete aéreo custa em média US$2,50/Kg ou US$6,00/m3. Ainda, as taxas adicionais de expediente, de armazenagem, de combusível e de emissão Cia. Aérea.

Por via marítima, algumas empresas cobram por metro cúbico. Como vai de container, neste caso compensa juntar com mudanças de outras famílias para fazer cair o valor do metro cúbico.

Com o dinheiro que você deixa de gastar com transporte, você pode comprar tudo no Canadá e de acordo com sua nova moradia. Se você não sabe onde vai mor…