Pular para o conteúdo principal

Cenas de Vancouver

Ontem nós demos uma volta na cidade...

Por engano, passamos por Chinatown, chegando no centro da cidade.

Main Street, Chinatown Chinatown

Vida de desempregado é uma coisa mesmo... Plena segunda-feira, cinco da tarde, e nós passeando pelo centro. Eu fico maravilhada de morar a meia hora de carro do centro! Pra quem levava mais de uma no Rio, meia tá muito bom!

City Centre, Dunsmuir Street

Eu queria muito registrar essa característica de Vancouver: as bicicletas por toda parte! Ainda vou escrever sobre a parte do meio ambiente, que é muito valorizada aqui. Nas ruas você encontra faixas exclusivas para bicicletas e é bem comum as pessoas irem pedalando para o trabalho. Eu acho isso o máximo e não vejo a hora de comprar uma bicicleta pra mim! (Depois que o trabalho aparecer, claro!)

Even bikers stop at traffic lights

Falando em bicicleta, até os ônibus aqui têm suporte pra pendurar a bicicleta (veja na foto abaixo, um ferro bem na frente do ônibus). O transporte público aqui é uma beleza, eu já escrevi sobre como é integrado o ônibus com o metrô e a barca, que faz a travessia para North Vancouver. Os ônibus também têm hora certa pra parar nos pontos, como acontece na Inglaterra também. Teve uma vez que eu errei de ônibus e ia pegar outro. Assim que entrei, o motorista desligou o motor e disse que o ônibus só sairia dali em sete minutos! Como assim? Vai ficar parado esse tempo todo? Eu tenho hora! Acabei saindo e andando para o meu destino mesmo...

Bus

Exclusive lineEssa é a faixa exclusiva das bicicletas, ônibus e veículos que transportam mais de 2 (eu acho!) pessoas. E todo mundo respeita. No caso dessa placa, só é exclusiva nos horários indicados.

E falando em placa, tenho que providenciar minha carteira de motorista! O André também... a nossa brasileira só vale por três meses, já estamos aqui há dois e temos um mês pra tirar a habilitação local. Temos usado bastante o carro, principalmente pra levar e buscar a Laura na escolinha, que por sinal, tem sido uma maravilha! Ontem eu comecei a estudar o livrinho do trânsito pra fazer a prova teórica. Tomara que nós consigamos nossas carteiras antes de acabar o prazo!

Comentários

Van disse…
Oi, Ana!
Como Vancouver é linda, não? E parece muito organizada. Era minha primeira opção para morar, mas desisti por causa da chuva. É tão insuportável assim?

Acho incrível esse respeito pelo ciclista. Aqui os coitados quase morrem nas ruas. E vou adorar quando você contar sobre a preocupação com o meio ambiente por aí.
Um beijo
Eva Jucá disse…
Oi Ana, só uma correção da sua placa: A pista chama HOV e nesse caso por ter 3 pessoas é para veículos que estão com 3 ou mais pessoas dentro. Tem que ficar de olho nas pessoas, pois tem umas placas que sÃo para 2 ou mais, ou mesmo 6 ou mais (em frente ao BCIT).
Ah, e mesmo qdo vc tiver empregada, vc poderá estar passeando na rua as 5hr da tarde, pois esse é o horário que a maioria dos empregos terminam.
Sobre a sua prova de motorista, faça logo pois as vezes para marcar a prova prática demora algumas semanas, depende da procura na época. Boa sorte viu!
Abraços
Eva
Anônimo disse…
Estou torcendo por vc, adoro o seu blog. bjs. Eliane.
Estela e Rick disse…
Ola Ana e Andre,
Fico feliz com as boas noticias de voces. Eu e minha esposa embarcaremos no proximo dia 07/Maio, segunda-feira. Entao, dia 08/05 comecaremos a enfrentar alguns dos desafios que ja enfrentaram. Nao sei se to fazendo loucura, mas ainda to procurando local pra alugar no centro. Sucesso e felicidades pra voces 3.
Richard e Estela
Carol e Ênio disse…
Oi Ana Paula,
que cidade linda vcs escolheram para morar. Continuamos torcendo muito pela sua família. Um abraço,
CArol
Andrea disse…
Ana e André,
fazendo pesquisa sobre carros, descobri que na verdade você pode comprar o carro com a carteira do Brasil. O que muda é o valor do seguro, não?
Faltam 9 dias para embarcarmos. Ai que sufoco para deixar tudo em dia...
Beijos.
Anônimo disse…
Ana,

Acho que seria dificil conseguir marcar a prova pratica a tempo. Nessa epoca do ano tem muita procura. Deve ter 2 meses de espera dependendo do local de exame. Mas mesmo assim, marque e liga todos os dias pra ver se tem desistente, dai vc pode encaixar ai...

boa sorte.

david
davidchsbr@yahoo.com.br
Olá
Tou a ver que se andam a divertir bastante, desejo vos muita sorte ah e isso aí tá dificil de encontrar trabalho??
Ana Celia disse…
Acho Vancouver uma das cidades mais lindas... pena que e' muito longe, se nao com certeza ja estaria num roteiro de viagem...:)

Bjs,

Postagens mais visitadas deste blog

Você moraria em uma área de terremotos?

Aparentemente nós vamos (se tudo der certo!). Uma amiga minha, que também está com processo encaminhado e queria ir pra Vancouver, veio conversar comigo no início da semana perguntando se eu vi um documentário no Discovery Channel sobre um mega-terremoto que arrasou a costa oeste das Américas em 1700. Segundo especialistas, outro mega-terremoto desses está por vir, em algum momento entre agora e nos próximos 500 anos. Os mega-terremotos são espaçados de 200 a 800 anos, em média.

Aí eu fui catar na internet tudo sobre terremotos em Vancouver. E me deparei com muita informação, inclusive um departamento do governo canadense que cuida só disso, com monitoramento de todos os tremores que acontecem no país - não é só na costa oeste não, acontece em várias partes do Canadá, inclusive no Quebec.

Parece que tremores acontecem com frequência. A cidade tem melhorado a infra-estrutura de edificações para proteger contra grandes tremores e evitar estragos maiores. As pessoas são orientadas como pro…

35mm por 45mm

Quando comecei a ler as instruções do processo e toda a documentação necessária, fiquei muito intrigada com o tamanho das fotos: 3,5 x 4,5 cm. São necessárias 6 fotos. É isso mesmo, não é o padrão 3x4 que a gente conhece, esse meio centímetro de cada lado faz falta. E a especificação não fica por aí... o tamanho do topo da cabeça ao queixo tem que ter entre 2,5 cm e 3,5 cm. Tá tudo detalhado nesse documento, na página C-1.

Primeiro nós tentamos fazer em casa mesmo. Tiramos fotos digitais e manipulei o tamanho no Photoshop. Mas como meus conhecimentos na ferramenta são apenas para a web, é claro que não deu certo. Eu coloquei exatamente o tamanho pedido na régua do Photoshop e quando imprimiu naquele tamanho que eu pedi, a imagem ficou com uma resolução péssima. O que eu tinha que fazer era criar um arquivo em tamanho bem maior, pra quando imprimisse num tamanho menor, a resolução ficar boa. Mas aí tinha que fazer muitos cálculos e proporções pra saber o tamanho necessário do arquivo...…

Mudança - O que levar e o que deixar

Se me perguntarem o que eu levaria para o Canadá, responderia que levaria minha casa como ela é, com tudo dentro. Mas...

Sabemos que não dá pra levar tudo que queremos. No way! O jeito é classificar os objetos como "deixáveis", "duvidosos" e os "necessários".

Antes de classificar, saiba que é possível, sim, transportar o que você quiser para qualquer lugar do mundo. Mas, como na vida, tudo tem um preço. E que preço!

Diversas empresas efetuam o transporte mas só para ter uma idéia, o frete aéreo custa em média US$2,50/Kg ou US$6,00/m3. Ainda, as taxas adicionais de expediente, de armazenagem, de combusível e de emissão Cia. Aérea.

Por via marítima, algumas empresas cobram por metro cúbico. Como vai de container, neste caso compensa juntar com mudanças de outras famílias para fazer cair o valor do metro cúbico.

Com o dinheiro que você deixa de gastar com transporte, você pode comprar tudo no Canadá e de acordo com sua nova moradia. Se você não sabe onde vai mor…