Pular para o conteúdo principal

Overdose de e-mails


Antes de nós chegarmos aqui, recebíamos muitas mensagens de candidatos a imigrantes, perguntando toda sorte de dúvidas relativas ao processo de imigração. Os emails agora multiplicaram, o que é mais que normal, eu acho. Eu mesma, na época da minha pesquisa, acredito ter enviado algumas mensagens para poucos imigrantes já estabelecidos aqui no Canadá, pra tirar algumas dúvidas pontuais.

Eu adoro receber emails, e tenho o maior prazer em responder as mensagens. Quem já recebeu resposta minha sabe disso. Pode demorar um pouco (ou muito), mas eu sempre procuro responder todo mundo.

Só queria pedir a todos um pouco mais de paciência e que façam uma pesquisa nos arquivos do blog antes de mandar um email. Às vezes a resposta está aqui no blog. Principalmente para os que estão começando o processo de imigração agora, visitem os nossos arquivos de agosto a dezembro de 2005 (os links estão aí do lado), pois lá está toda a informação que conseguimos na fase inicial da nossa pesquisa e que pode ajudar muito quem está começando agora.

Mais que nunca, estou pensando seriamente em fazer um FAQ pro blog. Às vezes eu respondo a mesma pergunta diversas vezes. Para quem está perguntando é claro que não é óbvia a resposta, mas se coloquem no meu lugar. Isso pode se tornar cansativo, né?

Outra dica que dou pra todo mundo que escreve e está começando a pesquisa agora: entrem na lista de discussão do Yahoo Grupos. Há muitas discussões interessantes agora e os participantes compartilham suas experiências na pesquisa e em diversas etapas do processo de imigração, seja o Federal, seja para o Quebec.

Além disso, ainda no menu lateral, disponibilizamos uma série de links de outros blogs e sites informativos onde vocês podem encontrar muitas informações úteis.

Eu vou continuar respondendo os emails quando eu tiver tempo, e me desculpem pelo desabafo. É que tem horas que cansa um pouquinho.

Comentários

Diniz disse…
Este negócio de ser popular da nisto...heheheh

Infelizmente (ou felizmente) voces nos acostumaram mal, eu entro todo dia no site para ver se tem noticias de voces..hehehehe

Abraços,

Diniz
Jeanne disse…
Oi, Ana. Acho que o grupo do Yahoo é leitura obrigatória para quem quer imigrar. Eu mesma já esclareci muitas dúvidas lá a partir de respostas dadas a outras pessoas.
bjs
Diogo Max disse…
Você já percebeu como no blog sua vida parece uma novela ou, talvez, um filme? Eu já acompanhava o processo de imigração de vocês há um certo tempo, e, quando vi que você estavam já no Canadá, fiquei muito feliz por vocês. É verdade: a gente acaba ficando feliz com a história de vocês. Meus parabéns pela conquista e pelo blog muito bem estruturado e editado. Sejam felizes.
Lili disse…
Oi Ana. sou eu de novo :D
saio de um blog e vou para outro... rs
queria dizer que entendo o q vc sente. mts vezes da até para perceber q a pessoa quer a informacao mastigada, nao quer se dar ao trabalho de ler o q vc ja escreveu ou de perdes horas procurando algum link util no google. rs - mt gente tem tanta pressa q nao pára de pensar q o outro tb tem pressa, tb tem afazeres, não tá ali só esperando pra responder o email dele com a duvida que seja.
Por isso eu digo que vc esta mt certa de pedir para as pessoas buscarem antes em outros canais e depois sim, nao acahndo vale mandar um email. Pq não, ne?
Mas tem q saber dosar isso, afinal vc tem boa vontade, não ganha nada por divulgar isso...deviam entender esse lado, ne?
E quem nao entender, bem...sinceramente, esqueçamos !
Bjks e qnd puder manda mais notícias, adoro ler e ficar sonhando com o meu futuro - :P
Lili
Anônimo disse…
Entendo o que vc passa, mas se vc criou um blog e divide com os outros suas experiências, tem que se acostumar com isso tbém!

Postagens mais visitadas deste blog

Você moraria em uma área de terremotos?

Aparentemente nós vamos (se tudo der certo!). Uma amiga minha, que também está com processo encaminhado e queria ir pra Vancouver, veio conversar comigo no início da semana perguntando se eu vi um documentário no Discovery Channel sobre um mega-terremoto que arrasou a costa oeste das Américas em 1700. Segundo especialistas, outro mega-terremoto desses está por vir, em algum momento entre agora e nos próximos 500 anos. Os mega-terremotos são espaçados de 200 a 800 anos, em média.

Aí eu fui catar na internet tudo sobre terremotos em Vancouver. E me deparei com muita informação, inclusive um departamento do governo canadense que cuida só disso, com monitoramento de todos os tremores que acontecem no país - não é só na costa oeste não, acontece em várias partes do Canadá, inclusive no Quebec.

Parece que tremores acontecem com frequência. A cidade tem melhorado a infra-estrutura de edificações para proteger contra grandes tremores e evitar estragos maiores. As pessoas são orientadas como pro…

35mm por 45mm

Quando comecei a ler as instruções do processo e toda a documentação necessária, fiquei muito intrigada com o tamanho das fotos: 3,5 x 4,5 cm. São necessárias 6 fotos. É isso mesmo, não é o padrão 3x4 que a gente conhece, esse meio centímetro de cada lado faz falta. E a especificação não fica por aí... o tamanho do topo da cabeça ao queixo tem que ter entre 2,5 cm e 3,5 cm. Tá tudo detalhado nesse documento, na página C-1.

Primeiro nós tentamos fazer em casa mesmo. Tiramos fotos digitais e manipulei o tamanho no Photoshop. Mas como meus conhecimentos na ferramenta são apenas para a web, é claro que não deu certo. Eu coloquei exatamente o tamanho pedido na régua do Photoshop e quando imprimiu naquele tamanho que eu pedi, a imagem ficou com uma resolução péssima. O que eu tinha que fazer era criar um arquivo em tamanho bem maior, pra quando imprimisse num tamanho menor, a resolução ficar boa. Mas aí tinha que fazer muitos cálculos e proporções pra saber o tamanho necessário do arquivo...…

Mudança - O que levar e o que deixar

Se me perguntarem o que eu levaria para o Canadá, responderia que levaria minha casa como ela é, com tudo dentro. Mas...

Sabemos que não dá pra levar tudo que queremos. No way! O jeito é classificar os objetos como "deixáveis", "duvidosos" e os "necessários".

Antes de classificar, saiba que é possível, sim, transportar o que você quiser para qualquer lugar do mundo. Mas, como na vida, tudo tem um preço. E que preço!

Diversas empresas efetuam o transporte mas só para ter uma idéia, o frete aéreo custa em média US$2,50/Kg ou US$6,00/m3. Ainda, as taxas adicionais de expediente, de armazenagem, de combusível e de emissão Cia. Aérea.

Por via marítima, algumas empresas cobram por metro cúbico. Como vai de container, neste caso compensa juntar com mudanças de outras famílias para fazer cair o valor do metro cúbico.

Com o dinheiro que você deixa de gastar com transporte, você pode comprar tudo no Canadá e de acordo com sua nova moradia. Se você não sabe onde vai mor…