<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d15371126\x26blogName\x3dDestino:+Canad%C3%A1\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://destino-canada.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://destino-canada.blogspot.com/\x26vt\x3d-4354411323080657729', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Destino: Canadá

Como abrir a primeira porta de emprego?



Muitos nos perguntam como é o mercado de trabalho aqui em Vancouver e quais as nossas dificuldades na procura pelo primeiro emprego. Creio que esta seja uma das preocupações mais frequentes nas mentes dos candidatos a imigrantes, talvez A mais frequente e perturbadora.

O que eu vou escrever aqui não será nenhuma novidade se você já acompanha os blogs de outros imigrantes que estão aqui há mais tempo que a gente, principalmente do pessoal lá da costa leste do país.

As dificuldades aqui são as mesmas, com o agravante que as vagas são bem menos que em Toronto. Tem vezes que me dá até raiva quando eu procuro emprego no Monster, por exemplo, e o resultado da pesquisa mostra 10 vagas em Vancouver e 50 mil em Toronto (guardado o devido exagero, claro). Bem, então essa é a lição número 1: se você quer ter abundância de oportunidades, vá pra Toronto. Lá as vagas são em maior número, mas acredito que a concorrência também seja grande, já que Toronto é o destino número 1 da maioria dos imigrantes, pelo menos dos brasileiros.

É claro que nós já sabíamos disso quando viemos pra cá. Mas aqui tem bastante vaga também. O que pega não é isso, é você ser novo no local e não conhecer ninguém. Aqui, networking é a principal ferramenta de trabalho, pelo que tenho percebido. Se você não conhece ninguém, trate de conhecer, porque vai precisar e vai facilitar muito a sua vida.

Eu fui num workshop gratuito do governo sobre o tal do hidden job market (mercado de trabalho oculto). Pesquisas mostram que mais de 80% das vagas de emprego não são anunciadas em jornais ou websites. É o boca-a-boca, o networking e o QI (quem indica). E como é que você consegue esses empregos? Batendo na porta alheia, simples. Ou seja, pra acessar esse mercado de trabalho oculto você tem que ser muito cara-de-pau mesmo, fazer seu dever de casa, estudar as empresas onde quer trabalhar e sair batendo de porta em porta, oferecendo seus serviços e qualificações. Parece fácil, né?

Ouvi vários casos de pessoas que conseguiram emprego dessa forma, indo atrás das empresas. Ainda não terminei meu dever de casa pra sair de porta em porta, mas tenho feito minhas pesquisas para identificar as empresas onde gostaria de trabalhar.

Enquanto isso, temos feito da forma mais óbvia: procurando os anúncios em websites e jornais. Em jornais é muito raro ver anúncios de empregos mais qualificados. A maioria é para serviços gerais, atendentes em restaurantes, construções, técnico e o que eles chamam de trades, que eu entendi como sendo serviço braçal mesmo - eletricista, encanador, etc - que é muito bem remunerado, por sinal. Isso é muito bacana aqui, por sinal, todas as profissões são bem respeitadas, não é como no Brasil que um encanador é mal pago e pertence à classe mais pobre da sociedade.

Outro empecilho para o primeiro emprego é o idioma, por incrível que pareça. E essa é a lição número 2: pratique seu inglês ainda no Brasil, e MUITO, muito mesmo. Eu, que me considerava fluente, tenho tido dificuldades às vezes para me expressar. Como sou jornalista, tenho procurado oportunidades relacionadas com comunicação e marketing, mas sinceramente às vezes não sei se sou capaz de trabalhar na área, porque eu não tenho um inglês nativo para escrever em jornal ou revista, por exemplo. Não mesmo. Com o André, que trabalha com TI, todas as vagas pedem "excellent written and oral communication skills", e ele ainda engasga um pouco na hora de falar. Ou seja, suas chances de conseguir a vaga são bem menores do que outro que fale fluentemente a língua.

As nossas primeiras entrevistas não deram em nada - nem a minha, nem a dele. Mas serviram de aprendizado e experiência para as outras que virão. Hoje mesmo consegui outra entrevista, marcada pra sexta-feira. Agora que já tenho várias dicas, vou poder me preparar melhor para esta reunião.

Pra terminar, mais uma dica: procure os serviços de auxílio a desempregados oferecido pelo governo. Eles são extremamente úteis, dão muitas dicas e, o melhor, é de graça. Eu fiz um workshop de 7 dias sobre Planejamento de Carreira e depois participei de 4 workshops, todos relacionados com busca de emprego. O André está num programa de 3 semanas chamado Job Finding Club, onde ele aprende técnicas pra fazer currículo, carta de apresentação, entrevista, etc, e coloca a mão na massa, ligando para empresas em busca de oportunidades. O governo ajuda muito os desempregados, mas a gente tem que fazer a nossa parte também.

Veja aqui uma lista de diversas instituições que ajudam novos imigrantes a se instalarem no Canadá.

Marcadores:

por Ana Paula às 14:07,

19 Comentários:

às 11/4/07 15:34, Blogger Aninha Reis disse...

Nossa Ana, quanta coisa... boa sorte !! Espero que logo você consiga o seu emprego, e o André também é claro.

Agora que a Laurinha está na escolinha, vc não consegue começar no voluntariado? Será que não ajudaria no networking?

Beijos e boa sorte !

 
às 11/4/07 16:05, Blogger Jeanne disse...

Infelizmente networking é a chave para empregos não só aí mas acho que em qualquer lugar do mundo. A minha aqui no Brasil é bem pequena, mas é algo que já estou tentando mudar. Pra falar a verdade, hoje acho que conheço mais pessoas "virtuais" que já foram ou estão a caminho do Canadá do que pessoas "reais" bem assentadas aqui no Brasil e sem planos de imigrar.
Boa sorte pra vcs eque encontrem logo um emprego bem legal!
Bjs

 
às 12/4/07 06:44, Blogger Sandro e Família disse...

Ana

Tenho certeza que logo você e o André conseguirão iniciar a vida profissional no Canadá.
Se não fossem os contatos que já tenho em Vancouver para me ajudar no primeiro emprego acho que seria mais difícil iniciar o processo.
As crianças estão ansiosas para saber sobre o início da Laura na escola e querem ler o seu blog todo dia.

Abração

 
às 12/4/07 09:16, Anonymous Daniel disse...

Oi Ana Paula, já ia perguntar isso também. como foi o primeiro dia dela na escola ? Ela já está tentando as primeiras palavras em inglÊs?... : )

Sobre o emprego. Com tanta dedicação, não dá pra falhar. Vocês logo estarão empregados...e aí irão parecer outras novidades e mais barreiras a se enfrentar.

Abraço e tudo de bom.

 
às 12/4/07 18:23, Anonymous Anônimo disse...

nao e facil nao.....but you can start working like a garsonete and later find you dream job..work is work .unless you went there with 60 000 dollars ...you can keep looking few more months.good luck to the whole family

 
às 12/4/07 21:29, Blogger phsantos disse...

Ola,

algumas dicas para vc.

1) Quando ve anuncios de empregos eles geralmente pedem o mar e o ceu. Nao deixe isso parar de vc mandar seu resume se acha que tem algumas qualificacoes. Isso e uma maneira deles filtrar muitas pessoas que nao estao mesmo interacadas pois assim nao perdem tempo a entrevistas...

2) O importante e entrar em uma companhia nem se seja com um trabalho mais basico. Uma vez que vc esta dentro vc tem aceso ao mercado oculto e com o tempo pode subir...

3) Mande 50 resumes para ser chamada para uma entrevista. Entre em contacto com 'placement companies'.

4) Quando fore a uma entrevista nao se preocupe com o seu ingles, vc por muitos anos nao podera falar bem e sem accent como uma pessoa nativa, por isso o que vc tem que mostrar e que nao tem vergunha e que sabe comunicar. Essa sera sua vantagem perante muitos canadenses que sabem falar mas nao sabem comunicar.

5) Mantenha suas portas abertas a outros tipos de travalho, em uma economia deversificada vc pode chegar a concluzao que tem mais travalhos que vc gosta de fazer que nao pensava que gostaria...

Sorte e coragem...


Com tempo vcs vao la como todo mundo.

 
às 13/4/07 05:39, Anonymous Mariana disse...

Ana, excelente post! Coloquei um link para ele no "lá no canadá", no meu último post, se não se importar...
Obrigada por gastar um tempinho escrevendo esse tipo de informação pra gente!
Beijos,
Mariana

 
às 14/4/07 17:35, Anonymous Letícia disse...

Boa sorte pra vocês!sucesso e saúde para vocês. Obrigado por dar essas dicas para o pessal que visita o blog de vocês.Beijos

 
às 15/4/07 09:10, Blogger Vancouver or Bust! disse...

Oi, sou professor da UFES e vou passar duas semanas em Vancouver pesquisando em agosto, na UBC e na SFU. Voce poderia me indicar um homestay com preco justo? Obrigado e muitas felicidades nesta nova vida!!!

 
às 15/4/07 17:53, Anonymous Van disse...

Excelente post. Já estou guardando nas dicas de emprego. Eu realmente imagino como é difícil a busca de emprego em outro país. No nosso país já é complicado porque nem sempre temos a rede de relacionamentos certa para o momento certo. Mas vocês são super dedicados e tenho certeza de que logo estarão empregados. Estou torcendo por vocês e pela Laurinha na escolinha nova.
Super beijo

 
às 16/4/07 12:37, Blogger Luciana disse...

Ana,

No começo deve ser um pouco difícil, mas logo logo voces vão encontrar.

Beijos,

 
às 17/4/07 21:07, Anonymous mila e arlei disse...

Olá Ana Paula,
Tudo bem?
Entrei no seu blog e vi que vocês já estão por aqui. Sejam bem vindos!
Espero que a adaptação esteja sendo ótima.
Fiquem com Deus.
Mila

 
às 26/5/09 06:37, Blogger Luane disse...

oi ana..queria saber sobre escolinha para meu bebe..como funciona?Poderia me dar uma ideia dos custos?Estou indo a Vancouver para morar....
Se puder me dar essas dicas eu agradeco?

 
às 19/9/09 16:04, Blogger nicholas disse...

olá, meu nome thafnes, e tenho um plano de futuro, gostaria de fazer jornalismo em Vancouver, porém gostaria de saber de sua opinião se algum brasileiro tem chance de fazer o trabalho desejado em Vancouver . obrigada

 
às 19/11/09 14:59, Anonymous Anônimo disse...

Eu e minha filha de 13 anos pretendemos morar em Vancouver daqui a 5 anos. Eu sou graduada e enfermagem e estou fazendo faculdade de ciencias contábeis. Ela está na 7ª série e quer terminar o 2º grau aqui. Neste periodo vamos aprender bem o ingles pois pelo que vi é o principal instrumento e ferramenta poderosa para abrir muitas portas.
Também pretendo fazer um bom pé-de-meia para não chegar de mãos abanando e podermos nos estabelecer com calma e ter tempo de procurar emprego dentro da minha área. Se alguém souber como está o campo de trabalho na área de enfermagem ou ciencias contábeis, aceito dicas. Um abraço!

 
às 15/7/10 10:09, Anonymous Rosy disse...

Oi Ana! Também estamos nos preparando para irmos morar ai Canadá quando meu marido terminar a faculdade de engenharia. Já temos um casal de amigos que irão em dezembro e nos darõ uma força quando chegar nossa vez.Sou professora de português e espanhol aqui em São Paulo e ainda não sei se isso me ajudará na busca de emprego. Mas estamos estudando inglés. Minha filha tem treze anos e até látambém ja terminou o ensino médio. Estou contente com todas essas dicas que encontrei em seu blog. Estou torcendo por vocês.
Um abraço, Rosy

 
às 26/8/10 19:37, Anonymous Anônimo disse...

OI Ana boa noite, tudo bem?
muito informatico seu blog de forma clara e objetiva, tenho esse sonho de morar em vancouver, voce poderia me falar como e a vida ai,questao da saude publica e alimentacao, alem do emprego e claro, por falar nisso ja arrumouo seu? hehe abracos

 
às 25/11/12 07:05, Blogger Maicon Souza disse...

OI,
Meu nome é Maicon,
Tenho sonho que daqui 3 anos quando terminar faculdade de comercio exterior ir morar em Vancouver, porém não tenho nenhum contato. Poderia por gentileza me informar se empregos na areá de comercio Internacional são frequentes e tem grandes chances de conseguir, e se poderia me informar algum contato.Muito informativo o blog, estão de parabéns.Eu sou Mineiro, queria saber também como são as temperaturas nesta cidade? Parabéns novamente pelo Blog.
Obrigado,
Atenciosamente,

 
às 30/4/13 16:18, Blogger Mark Lannard disse...

Meu nome `e Mark e minha mulher se chama Rose somos Brasileiros...Moramos em Toronto e gostariamos de mudar para Vancouver , nao conhecemos ninguem ai , Precisamos de um lugar para morar , sou Medico de Medicina Naturaal e Medicina chinesa e acupuntura... Nosso e-mail para contato `e marklannard@hotmail.com , quem puder nos dar uma forca entre em contato.

 

Postar um comentário

<< Home

Quem somos

Ana Paula e André

Ela, carioca, ele, paulistano. Deixaram a violência e falta de perspectiva no Rio de Janeiro para buscar novos desafios e esperança de um futuro melhor para sua filhinha em Vancouver, no Canadá.

Sobre o blog

O blog foi criado com intenção de registrar e compartilhar o processo da mudança, desde as primeiras pesquisas até sabe-se lá quando. Para informações sobre o processo de imigração Federal Skilled Worker para o Canadá, por favor visite os arquivos do nosso blog.

Chegamos no Canadá em fevereiro de 2007.
    Ontem: Rio de Janeiro
    Hoje: Vancouver, British Columbia
    Processo: Federal Skilled Worker

web blog

Assine o blog
Assine por e-mail

Text Link Ads

Atalhos

Posts recentes

Leitura obrigatória

Vancouver, BC, Canadá

Sites úteis

De lá

De cá

Arquivo

Powered By

Powered by Blogger
make 
money online blogger templates
eXTReMe Tracker


Website Counters

Foto: Stanley Park e Downtown Vancouver, de Warwick Patterson, no Flickr.