Pular para o conteúdo principal

Acabou o segredo

... pelo menos nos nossos trabalhos!

A gente queria esperar o visto na mão pra dar a notícia. Mas eu já estava agoniada e ontem foi a gota d'água.

A minha parte

Um pequeno histórico: está acontecendo uma grande reestruturação na minha empresa, que está mexendo com a vida de muitas pessoas. Eu estava sempre nas reuniões falando do futuro, os meus superiores praticamente me enfiando em projetos de longa duração e planejamento para o ano que vem. O meu chefe vai tirar férias a partir da última semana de novembro, uma outra colega do departamento, em janeiro. E a gente quer ir embora um pouco depois disso. Eu TINHA que contar, mesmo sem o visto na mão.

Ontem passei o dia todo com frio na barriga, sabe aquela sensação que não passa de jeito nenhum? Um nervosismo, as mãos tremendo, falta de concentração. Pra piorar, o meu diretor não estava no escritório. Ele é uma pessoa que eu admiro muito e queria que fosse o primeiro a saber, antes mesmo do meu chefe direto.

De tarde eu entrei numa reunião justamente pra falar da reestruturação da minha equipe. Vocês imaginam a minha situação naquela sala, com outros diretores falando do "nosso" futuro e eu ali, doidinha pra explodir e dizer que eu não ia fazer parte daquilo. Mas segurei. O outro diretor tinha que saber antes.

Pra minha surpresa, ao sair da sala, vi o diretor. Ele tinha acabado de voltar de viagem. Parei na porta da sala dele e disse: "Sei que você chegou agora, está ocupado, mas eu preciso falar com você. E não são só dois minutos". "Que horas você vai embora?", ele perguntou. Já eram 4:40 e eu costumo sair às 5. "Só depois que eu falar com você".

Já eram 5 da tarde quando ele me chamou na sala. Antes mesmo de eu começar, ele disse: "Você vai me falar uma dessas coisas: ou você está grávida, ou vai nos deixar, ou arranjou outro emprego, ou quer se oferecer pra organizar a festa de Natal. É qual delas?"

Eu ri. Ele tem um senso de humor ótimo e é uma pessoa maravilhosa. Super compreensivo. Então eu disse que era o número 2 e comecei a explicar tudo. Ele ficou surpreso, mas me parabenizou e disse que todos vão sentir muito a minha falta. Falou mais meia dúzia de elogios e bons desejos pra mim. Depois chamamos o resto da minha equipe pra falar pra eles. E em seguida, o resto do escritório, cerca de 25 pessoas, ficaram sabendo também.

Não falei de datas, mas dei uma posição aproximada de quando vai ser minha saída. Se vou conseguir ser demitida ou não, isso é outro papo... Vamos ver.

Eu não consigo nem dizer o tamanho do alívio que senti. Foi como se me tivesse livrado de 100 quilos que estavam nas minhas costas. Chega de segredos, de falar baixinho no telefone, de ir pra outra sala ligar pra agências de viagem cotando passagens, de agonia nas reuniões de planejamento para o próximo ano. Acabou tudo isso, agora todo mundo sabe!

A parte do André

Depois ele conta melhor, mas queria dizer que no trabalho dele também já estão sabendo. Ele contou hoje de manhã e parece que foi super tranquilo também. O coordenador deu todo o apoio e vai tentar que ele seja demitido, com todos os direitos. Vamos ver no que dá, né?

Comentários

Aninha Reis disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Aninha Reis disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Aninha Reis disse…
Ana, li o blog de "cabo a rabo" e adorei, quanta informação útil pra quem está pensando em ir pro canadá, parabéns !!

Puxa, estou na torcida por vocês viu? Fiquei muito feliz mesmo !

Mil beijinhos
Dani e Rafa disse…
Não tem sensação melhor do que esta.. O nervosismo até começar a falar concordo com vc que é grande, mas depois dá uma sensação tão boa de recomeço, bate aquela "esperança" de que tudo vai mudar.. Eu lembro direitinho como foi a minha "despedida".. Nào me arrependo..
Beijos e sucesso.
*estamos com lay out novo qdo der dá uma passada no Blog.
Jeanne disse…
Eu não vejo a hora da minha vez chegar!
boa sorte para vocês!
:)
Lana disse…
Ai que vontade que dá (de fazer as malas também).
Leslie disse…
Imagino bem o que vcs passaram!
Legal esse lance de diretores e chefes compreensivos(algo raro). Espero que vcs consigam ser demitidos.

abraços

Leslie
Diniz disse…
Ana Paula,

Parabens tomara que de tudo certo para o André tambem, pois este dinheirinho da rescisão é uma ajuda e tanto...

Parabens e que nos encontremos lá no ano que vem..

Por sinal ja temos o nosso blog tambem ( http://rio-canada.blogspot.com/)..

Abraços..
Anônimo disse…
E olha a minha sorte. EU pedi para ser demitida. Meu chefe disse: espera uns dias, e depois voltamos a falar... E aí, a empresa lançou um PDV. Haja sorte. Só falta o visto...
Luiza disse…
Olá Ana Paula, td bem?

Gostei mto do seu blog!! Pra mim que estou iniciando as pesquisas e etc está sendo mto útil!! Desejo mta sorte pra vcs!!

Abraços
Luiza
.::Ju::. disse…
Parabéns Ana! Como eu queria estar no lugar de vcs! rs
Mas ainda temos muito o que esperar! Tomara que vcs consigam ser demitidos!

Beijos!
Anônimo disse…
Oi Ana,

Acompanho seu blog a um tempao, mas durante esta fase final eu me identifiquei tanto com suas postagens que chamei a familia para ler e disse: gente, ler isto e ver se nao eh exatamente o que sinto? O nosso pedido de exames medicos chegaram dois dias depois do de vcs, entao voce imagina o quanto eu estava ansiosa, cheia de frustacoes, parecia que tudo que eu dizia para meu esposo, la estava escrito no seu blog: coisas que queremos, porem temos que adiar por causa de um sonho. Ainda nao contamos na empresa, pois queremos ver o visto primeiro, mas no final tudo dara certo.

Um grande abraco,

Juliana
Paulo disse…
Inciamos nosso processo este mês. Conhecemos Vancouver no mês 08 e 09(tenho um brother-in-law canadense) e fiquei encantado. Também estamos com um BLOG e seu relato me fez refletir que ninguém da Empresa ainda está sabendo de nossos planos. Já vou começar a me preparar...

Paulo

Postagens mais visitadas deste blog

Você moraria em uma área de terremotos?

Aparentemente nós vamos (se tudo der certo!). Uma amiga minha, que também está com processo encaminhado e queria ir pra Vancouver, veio conversar comigo no início da semana perguntando se eu vi um documentário no Discovery Channel sobre um mega-terremoto que arrasou a costa oeste das Américas em 1700. Segundo especialistas, outro mega-terremoto desses está por vir, em algum momento entre agora e nos próximos 500 anos. Os mega-terremotos são espaçados de 200 a 800 anos, em média.

Aí eu fui catar na internet tudo sobre terremotos em Vancouver. E me deparei com muita informação, inclusive um departamento do governo canadense que cuida só disso, com monitoramento de todos os tremores que acontecem no país - não é só na costa oeste não, acontece em várias partes do Canadá, inclusive no Quebec.

Parece que tremores acontecem com frequência. A cidade tem melhorado a infra-estrutura de edificações para proteger contra grandes tremores e evitar estragos maiores. As pessoas são orientadas como pro…

35mm por 45mm

Quando comecei a ler as instruções do processo e toda a documentação necessária, fiquei muito intrigada com o tamanho das fotos: 3,5 x 4,5 cm. São necessárias 6 fotos. É isso mesmo, não é o padrão 3x4 que a gente conhece, esse meio centímetro de cada lado faz falta. E a especificação não fica por aí... o tamanho do topo da cabeça ao queixo tem que ter entre 2,5 cm e 3,5 cm. Tá tudo detalhado nesse documento, na página C-1.

Primeiro nós tentamos fazer em casa mesmo. Tiramos fotos digitais e manipulei o tamanho no Photoshop. Mas como meus conhecimentos na ferramenta são apenas para a web, é claro que não deu certo. Eu coloquei exatamente o tamanho pedido na régua do Photoshop e quando imprimiu naquele tamanho que eu pedi, a imagem ficou com uma resolução péssima. O que eu tinha que fazer era criar um arquivo em tamanho bem maior, pra quando imprimisse num tamanho menor, a resolução ficar boa. Mas aí tinha que fazer muitos cálculos e proporções pra saber o tamanho necessário do arquivo...…

Mudança - O que levar e o que deixar

Se me perguntarem o que eu levaria para o Canadá, responderia que levaria minha casa como ela é, com tudo dentro. Mas...

Sabemos que não dá pra levar tudo que queremos. No way! O jeito é classificar os objetos como "deixáveis", "duvidosos" e os "necessários".

Antes de classificar, saiba que é possível, sim, transportar o que você quiser para qualquer lugar do mundo. Mas, como na vida, tudo tem um preço. E que preço!

Diversas empresas efetuam o transporte mas só para ter uma idéia, o frete aéreo custa em média US$2,50/Kg ou US$6,00/m3. Ainda, as taxas adicionais de expediente, de armazenagem, de combusível e de emissão Cia. Aérea.

Por via marítima, algumas empresas cobram por metro cúbico. Como vai de container, neste caso compensa juntar com mudanças de outras famílias para fazer cair o valor do metro cúbico.

Com o dinheiro que você deixa de gastar com transporte, você pode comprar tudo no Canadá e de acordo com sua nova moradia. Se você não sabe onde vai mor…