<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d15371126\x26blogName\x3dDestino:+Canad%C3%A1\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://destino-canada.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://destino-canada.blogspot.com/\x26vt\x3d-4354411323080657729', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Destino: Canadá

Processo Federal ou Quebéc?

Pra quem ainda não sabe, existem três categorias gerais para quem quer imigrar para o Canadá como "skilled worker" (trabalhador qualificado): o processo Federal (que te permite ir para qualquer província ou território canadense), o processo por província (você escolhe uma determinada), e o processo de Quebéc (para quem quer ir para a província francófona).

Como eu não falo um ai em francês (mentira, até sei Bonjour), e não queremos ir para o Quebéc mesmo, optamos pelo processo federal.

Em princípio, queremos ir para Vancouver, em British Columbia. Visitamos a cidade no mês passado e nos encantamos. Também conhecemos Toronto, mas acho que Vancouver é mais tranquila e menos fria no inverno também.

O primeiro passo foi fazer o teste online, onde você pode ver se tem a pontuação mínima para poder iniciar o processo. Essa pontuação é revista de tempos em tempos. Atualmente você precisa de 67 pontos. Nós conseguimos 75. No nosso caso, eu tenho que ser a aplicante principal por causa do inglês.

Outra diferença dos processos também é a quantidade de dinheiro pedida. No processo federal você precisa ter recursos para se manter no país nos primeiros seis meses. Atualmente, para uma família de 3 pessoas (que é o nosso caso), essa quantia é aproximadamente 15 mil dólares canadenses. Para o processo de Quebéc, você precisa provar que pode se manter apenas nos três primeiros meses, o que faz o valor ser bem menor. Bem, se o câmbio não disparar nos próximos meses, conseguimos a quantia para o processo federal vendendo nosso carro.

Aparentemente não é obrigatório você morar no Quebéc mesmo aplicando por este processo. Eu, particularmente, acho chato entrar numa entrevista mostrando interesse de ir pra um lugar, se no fundo eu quero ir pro outro lado da costa. Então, mesmo sendo um pouco mais difícil e custoso, vamos fazer o processo federal mesmo.

Em tempo: o processo por Quebéc tem uma parte federal também, que segue os mesmos requisitos. A diferença é que, passando por esse processo, a exigência é menor (não precisa de IELTS – apesar de precisar de francês – e a quantia de dinheiro é menor, como já falei).

por Ana Paula às 08:23,

3 Comentários:

às 17/11/05 03:46, Blogger Aninha (Brasil) disse...

Oi xará, eu de novo, eu provavelmente vou pra Quebec, mas ainda não estou bem certa.
Queria ver se vc sabe me explicar uma coisa: também vou vender meu carro para comprovar a renda necessária para se viver lá.

Para comprovar os recursos para se manter no país tenho que vender o carro e colocar o dinheiro em uma conta ou algum documento que comprove o seu valor dele é suficiente? Sabe me esclarecer isso?

Tenho o carro e meu extrato do fgts para comprovar que não vou morrer de fome lá, mas não tenho como dispor disso de imediato para dar entrada no processo. A não ser que venda o carro e ande a pé, como vc fez? obrigada, beijos Ana

 
às 9/5/06 16:30, Anonymous Gisele Serrano disse...

Oi Ana, muito legal esse seu post.
Eu estou começando a me preparar para aplicar também, o que pretendo fazer daqui 1,5 ano.
Estes dias vi um comentario, não me lembro no blog de quem, sobre o governo canadense ter abaixado o valor da taxa de imigração. Vc saberia me dizer se isso vale para o processo de skilled worker?
Abraços
Gi

 
às 19/9/08 13:35, Anonymous Anônimo disse...

Oi gente, acabei de descobrir o blog atraves de uma amiga. Otimo. Alguem ja ouviu falar do advogado David Cohen? Nao sei aplico para o skilled worker por conta propria ou via adovogado. O que vcs acham? Thanks a lot!

 

Postar um comentário

<< Home

Quem somos

Ana Paula e André

Ela, carioca, ele, paulistano. Deixaram a violência e falta de perspectiva no Rio de Janeiro para buscar novos desafios e esperança de um futuro melhor para sua filhinha em Vancouver, no Canadá.

Sobre o blog

O blog foi criado com intenção de registrar e compartilhar o processo da mudança, desde as primeiras pesquisas até sabe-se lá quando. Para informações sobre o processo de imigração Federal Skilled Worker para o Canadá, por favor visite os arquivos do nosso blog.

Chegamos no Canadá em fevereiro de 2007.
    Ontem: Rio de Janeiro
    Hoje: Vancouver, British Columbia
    Processo: Federal Skilled Worker

web blog

Assine o blog
Assine por e-mail

Text Link Ads

Atalhos

Posts recentes

Leitura obrigatória

Vancouver, BC, Canadá

Sites úteis

De lá

De cá

Arquivo

Powered By

Powered by Blogger
make 
money online blogger templates
eXTReMe Tracker


Website Counters

Foto: Stanley Park e Downtown Vancouver, de Warwick Patterson, no Flickr.