Pular para o conteúdo principal

Estratégia financeira - Você já tem a sua?

O assunto é muito pessoal mas a estratégia financeira de um imigrante é algo que não pode ser negligenciado. E pode ser dividida em duas fases: antes e depois da imigração.

Enquanto no Brasil, você deve se preparar para o pagamento das taxas envolvidas no processo. E comprovar, para efeito de abertura do processo, que você possui recursos financeiros para imigrar com os valores mínimos exigidos.

O processo de imigração Federal exige que o imigrante tenha dinheiro suficiente para se manter nos primeiros 6 meses no país. Assim, a soma necessária para:

1 pessoa = $10168CAD
2 pessoas = $12659CAD
3 pessoas = $15563CAD

Já no Canadá, dadas as possibilidades de como levar seu suado dinheirinho, deixo como sugestão: do total exigido pela imigração, levar $500CAD em dinheiro para gastos imediatos onde TC não for aceito e o restante em TC. Acima desse valor, se for o caso, deixe rendendo aqui no Brasil e quando quiser, carregue o Visa TravelMoney para usar no Canadá.

O custo da imigração é proporcional à quantidade de pessoas que estarão nesta aventura. Quem imigra sozinho tem menos gastos do que quem vai acompanhado. Se levar filhos, a idade deles também influencia diretamente nas despesas. Para um casal, leve em conta um gasto mensal de $2000CAD. Some a isso os gastos iniciais de adiantamento de aluguel, compras iniciais no supermercado, as famosas "utilities", algumas mobílias, etc.

O tempo médio para um imigrante conseguir um emprego no Canadá, pelo que tenho acompanhado, é de 6 meses. Pode ser até menos. Mas pode demorar mais. Com relação a isso, entra a questão de encarar um "survival job" ou aguardar uma chance de emprego na sua área de formação. Mais uma vez a decisão é pessoal. O fato de só ver dinheiro sair não é nada fácil, ainda mais num de momento de adaptação que já exige muito da gente.

A dica quente: quando no Canadá, não se esqueça que as taxas de juros oferecidos pelos bancos brasileiros para investimentos financeiros é muito superior a oferecida pelos bancos canadenses. Talvez compense você deixar parte do seu dinheiro aqui ou enviar para cá (Brasil) para que cresça mais rápido. O que você acha de dar uma boa entrada para sua casa própria no Canadá?

Independente do seu contato/exposição com o mundo de finanças, estabeleça já a sua estratégia financeira.

Comentários

Mirela disse…
Realmente este é um assunto bastante delicado, tudo vai depender da maneira que for iniciar a vida no Canadá, se irá viver em um basement, casa ou apto, se vai ter carro ou não, etc.
Pelos nossos calculos iremos ter um gasto de $3.000,00 mes ($1.000,00 de aluguel, $1.000,00 despesas diversas e $1.000,00 se colocarmos nossa filha na escola)
Então,a meta agora é economizar ao máximo para levar uma boa reserva no Canadá
César disse…
Olá André e Ana Paula, como vão!
Embora no processo Quebec, como estamos aguardando a chamada para os exames e já pensando que após este o tempo voa e a viagem é prioridade,também estamos quebrando a cabeça sobre quanto e como levar: chegamos as mesmas conclusões: somos dois adultos e duas crianças de 4 e 6. Já estou comprando CADs aos poucos em TC; pretendemos levar em torno de 15000CAds e deixar o restante aplicado. Não sei ainda onde comprar dinheiro canadense. Tem idéia? Ai em SP deve ser fácil. Quando for para os exames, se a taxa estiver boa penso comprar!Quanto a casa, penso que teremos que fazer um histórico no canadá e após, também achamos que é boa idéia, devido as taxas de juros deles, dar entrada numa casa.O planejamento financeiro é realmente vital.
abç e boa sorte
César e Giovana
Anônimo disse…
Olá pessoal, me chamo Junior tenho 21 anos, sou acadêmico de fisioterapia, e moro em Boa Vista-RR.Ano que vem me formo e termino o inglês. Sempre quis ir para o Canadá e vou começar a me preparar para logo depois da formatura. Gostaria contar com a ajuda de vocês, com dicas de como devo proceder com documentação e os trâmites legais. Desejo muito boa sorte a vcs três, que tenhm sucesso!! um grande abraço!!
juniormedeiros18@hotmail.com
André disse…
Mirela, temos mesmo que juntar ao máximo enquanto por aqui. E não é nada fácil.

César, aqui no Rio você pode comprar dólares canadenses em algumas casas de câmbio ou, aqui no Rio, no Banco Safra (eles tb têm um posto nos aeroportos do Galeão e Cumbica). Mas é sempre bom ligar pra eles antes.

Junior, espero que encontre bastante coisa útil por aqui mas não deixe de visitar outros blog´s. A gente aprende muito com quem já passou por todo o processo e já está no Canadá. Se esforce no inglês e sucesso!
Sonia disse…
OI André e Ana Paula
Gostei dos comentários feito por vocês , eu pretendo ir para o Canada no ano que vem e gostei da dica de quanto uma pessoa precisa levar para uma permanência de 6 meses .Se for possivel me informe o que quer dizer "CAD" você diz que 2 pessoas precisam de 12.659CAD eu agradeço se poder me responder Abraço^....Sônia

Postagens mais visitadas deste blog

Você moraria em uma área de terremotos?

Aparentemente nós vamos (se tudo der certo!). Uma amiga minha, que também está com processo encaminhado e queria ir pra Vancouver, veio conversar comigo no início da semana perguntando se eu vi um documentário no Discovery Channel sobre um mega-terremoto que arrasou a costa oeste das Américas em 1700. Segundo especialistas, outro mega-terremoto desses está por vir, em algum momento entre agora e nos próximos 500 anos. Os mega-terremotos são espaçados de 200 a 800 anos, em média.

Aí eu fui catar na internet tudo sobre terremotos em Vancouver. E me deparei com muita informação, inclusive um departamento do governo canadense que cuida só disso, com monitoramento de todos os tremores que acontecem no país - não é só na costa oeste não, acontece em várias partes do Canadá, inclusive no Quebec.

Parece que tremores acontecem com frequência. A cidade tem melhorado a infra-estrutura de edificações para proteger contra grandes tremores e evitar estragos maiores. As pessoas são orientadas como pro…

35mm por 45mm

Quando comecei a ler as instruções do processo e toda a documentação necessária, fiquei muito intrigada com o tamanho das fotos: 3,5 x 4,5 cm. São necessárias 6 fotos. É isso mesmo, não é o padrão 3x4 que a gente conhece, esse meio centímetro de cada lado faz falta. E a especificação não fica por aí... o tamanho do topo da cabeça ao queixo tem que ter entre 2,5 cm e 3,5 cm. Tá tudo detalhado nesse documento, na página C-1.

Primeiro nós tentamos fazer em casa mesmo. Tiramos fotos digitais e manipulei o tamanho no Photoshop. Mas como meus conhecimentos na ferramenta são apenas para a web, é claro que não deu certo. Eu coloquei exatamente o tamanho pedido na régua do Photoshop e quando imprimiu naquele tamanho que eu pedi, a imagem ficou com uma resolução péssima. O que eu tinha que fazer era criar um arquivo em tamanho bem maior, pra quando imprimisse num tamanho menor, a resolução ficar boa. Mas aí tinha que fazer muitos cálculos e proporções pra saber o tamanho necessário do arquivo...…

Mudança - O que levar e o que deixar

Se me perguntarem o que eu levaria para o Canadá, responderia que levaria minha casa como ela é, com tudo dentro. Mas...

Sabemos que não dá pra levar tudo que queremos. No way! O jeito é classificar os objetos como "deixáveis", "duvidosos" e os "necessários".

Antes de classificar, saiba que é possível, sim, transportar o que você quiser para qualquer lugar do mundo. Mas, como na vida, tudo tem um preço. E que preço!

Diversas empresas efetuam o transporte mas só para ter uma idéia, o frete aéreo custa em média US$2,50/Kg ou US$6,00/m3. Ainda, as taxas adicionais de expediente, de armazenagem, de combusível e de emissão Cia. Aérea.

Por via marítima, algumas empresas cobram por metro cúbico. Como vai de container, neste caso compensa juntar com mudanças de outras famílias para fazer cair o valor do metro cúbico.

Com o dinheiro que você deixa de gastar com transporte, você pode comprar tudo no Canadá e de acordo com sua nova moradia. Se você não sabe onde vai mor…