Pular para o conteúdo principal

Canada Day

Ontem foi o Canada Day. Nós fomos pro Canada Place, onde teve um monte de atividades para celebrar o dia do país. O dia estava lindo, um sol gostoso e ardido, por incrível que pareça! Eu até me queimei, apesar de ter passado protetor solar.

Lá a gente encontrou com a Andrea e as meninas dela. E outra família de amigos nossos também foi. As crianças ficaram brincando juntas, foi um barato!

A gente vestiu vermelho, pra entrar no clima e a Laura pintou a bandeirinha na bochecha. Pegamos um monte de bandeirinhas, pins, folhetos que não acabavam mais. O Canada Place estava LOTADO! Impressionante. Eu não gosto muito de lugares abarrotados de pessoas, mas era Canada Day e queríamos curtir um programa típico do dia. Valeu pra conhecer, mas no ano que vem a gente vai pensar em outro programa. ;)

Algumas fotos do nosso dia:

Devidamente caracterizada Bolinhas de sabão

Stanley Park Família de vermelho

Celebrando o dia do Canadá Baixinha

Comentários

Anônimo disse…
Oiiii Ana!
Que dia lindo, que família linda!
Que bom que vcs tb foram fazer parte desta comemoração, afinal o Canadá não tem decepcionado vcs mesmo heim?!
Dê os meus parabéns ao André pelo emprego... há alguns dias atrás tentei mandar pessoalmente, após ler o post que ele contava esta notícia maravilhosa, mas só dava erro :(
Bom...agora é só curtir tudo de bom que ainda aguarda por vcs, sem stress, sem medo!
Parabéns a vcs todos. São vitoriosos!!!!! E a Laurinha tb, viu?! Aliás, deve estar com o inglês na ponta da língua - hahaha
Beijão e... ainda mais sucesso pra vcs!
Elisângela Cayser
viviane neves disse…
Ana,
O simples assim está fora do ar? ainda?
beijoca
Ana

Parabéns pelas fotos que retratam bem a festa no 1 de Julho.
Ano que vem quero estar por aí com a família comemorando essa data.

Abração
aline disse…
Olá Ana e família,
Apesar de não conhecê-los fiquei encantada com a organização e objetividade do blog. Com certeza esclareceu algumas dúvidas. Também queremos imigrar para o Canadá, mas nem sei por onde começar. Sei que vocês fizeram o processo como trabalhadores qualificados para imigrar, mas gostaria de saber se vocês conhecem o PNP? É um programa oferecido pelas províncias também para trabalhadores qualificados, só que o processo é mais rápido. Você conhece alguém que conseguiu trabalho através deste processo? Por favor se puder responder, ficaria imensamente agradecida.
Um abraço
Renata Tisott disse…
Olá!! Meu nome é Renata , e sou de Gramado-RS
Eu morei em Vancouver 7 meses em 2006 e até hoje eu sou louca pra me mudar de vez pra Van mas pra morar desta vez! EU sou casada e a gente tem esse sonho de ir morar ai!
Só q meu marido tem um certo medo de não conseguir um bom emprego ai, ja q aqui nos dois temos bons empregos e nos sustentamos muito bem!
Ele é contador formado e eu trabalho na empresa do meu pai, na parte de exportação.
Vcs podem nos dar dicas de como conesguir ir legalmente e quem sabe já tendo um emprego em vista?
Um grande abraço e agradeço por me ajudarem!

Renata Tisott
Renata Tisott disse…
vc
Anônimo disse…
Ah... esqueci uma coisa... vcs podem me add no MSN ta!

renatatisott@hotmail.com

bjs

Postagens mais visitadas deste blog

Você moraria em uma área de terremotos?

Aparentemente nós vamos (se tudo der certo!). Uma amiga minha, que também está com processo encaminhado e queria ir pra Vancouver, veio conversar comigo no início da semana perguntando se eu vi um documentário no Discovery Channel sobre um mega-terremoto que arrasou a costa oeste das Américas em 1700. Segundo especialistas, outro mega-terremoto desses está por vir, em algum momento entre agora e nos próximos 500 anos. Os mega-terremotos são espaçados de 200 a 800 anos, em média.

Aí eu fui catar na internet tudo sobre terremotos em Vancouver. E me deparei com muita informação, inclusive um departamento do governo canadense que cuida só disso, com monitoramento de todos os tremores que acontecem no país - não é só na costa oeste não, acontece em várias partes do Canadá, inclusive no Quebec.

Parece que tremores acontecem com frequência. A cidade tem melhorado a infra-estrutura de edificações para proteger contra grandes tremores e evitar estragos maiores. As pessoas são orientadas como pro…

35mm por 45mm

Quando comecei a ler as instruções do processo e toda a documentação necessária, fiquei muito intrigada com o tamanho das fotos: 3,5 x 4,5 cm. São necessárias 6 fotos. É isso mesmo, não é o padrão 3x4 que a gente conhece, esse meio centímetro de cada lado faz falta. E a especificação não fica por aí... o tamanho do topo da cabeça ao queixo tem que ter entre 2,5 cm e 3,5 cm. Tá tudo detalhado nesse documento, na página C-1.

Primeiro nós tentamos fazer em casa mesmo. Tiramos fotos digitais e manipulei o tamanho no Photoshop. Mas como meus conhecimentos na ferramenta são apenas para a web, é claro que não deu certo. Eu coloquei exatamente o tamanho pedido na régua do Photoshop e quando imprimiu naquele tamanho que eu pedi, a imagem ficou com uma resolução péssima. O que eu tinha que fazer era criar um arquivo em tamanho bem maior, pra quando imprimisse num tamanho menor, a resolução ficar boa. Mas aí tinha que fazer muitos cálculos e proporções pra saber o tamanho necessário do arquivo...…

Mudança - O que levar e o que deixar

Se me perguntarem o que eu levaria para o Canadá, responderia que levaria minha casa como ela é, com tudo dentro. Mas...

Sabemos que não dá pra levar tudo que queremos. No way! O jeito é classificar os objetos como "deixáveis", "duvidosos" e os "necessários".

Antes de classificar, saiba que é possível, sim, transportar o que você quiser para qualquer lugar do mundo. Mas, como na vida, tudo tem um preço. E que preço!

Diversas empresas efetuam o transporte mas só para ter uma idéia, o frete aéreo custa em média US$2,50/Kg ou US$6,00/m3. Ainda, as taxas adicionais de expediente, de armazenagem, de combusível e de emissão Cia. Aérea.

Por via marítima, algumas empresas cobram por metro cúbico. Como vai de container, neste caso compensa juntar com mudanças de outras famílias para fazer cair o valor do metro cúbico.

Com o dinheiro que você deixa de gastar com transporte, você pode comprar tudo no Canadá e de acordo com sua nova moradia. Se você não sabe onde vai mor…